quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Observações sobre a reencarnação

"Embora presente em praticamente todas as religiões e seitas do mundo e aceita por quase 75% da raça humana, a reencarnação ainda encontra hoje uma oposição ideológica forte, notadamente nas religiões cristãs tradicionais.

Esquecem-se os irmãos destas crenças que, em nosso primitivismo antropomórfico e social todos fomos reencarnacionistas; incluindo-se neste grupo os indígenas brasileiros, os egípcios, os maias, os índios africanos, os hindus, europeus, americanos e também os orientais.

Há quem defenda que, entre tantas outras, a controversa passagem de Jesus em Mateus capítulo 14, versículo 11, é a confirmação advinda do próprio mestre, quando afirma “E, se quereis dar crédito, é este o Elias que havia de vir”; Ou quando pergunta o apóstolo em João capítulo 9, versículo 12, “Quem pecou para que este nascesse cego, Ele ou seus pais?”, evidenciando que existia a crença da possibilidade de haver alguém pecado antes do nascimento, em um tempo que não é agora.

Há quem não acredite que discuta e argumente com base nos textos sagrados onde também podem encontrar diversas passagens para refutar a reencarnação, afinal a análise dos textos e sua interpretação é livre a cada um.

De minha opinião não simplesmente creio na reencarnação; eu SEI que ela é um fato!

A crença pode mudar ao sabor da história e das descobertas científicas; mas a certeza embasada pela consciência e estudo dos fatos não pode ser tão facilmente modificada.

Acaso não existisse a reencarnação de que forma poderíamos explicar, sem duvidar da justiça ou da bondade e amor de Deus, acontecimentos como o nascimento de crianças com problemas físicos ou mentais? Como justificar a gritante divergência quando vemos em uma mesma rua o excesso e a ostentação de alguns frente à miséria e necessidade de outros? Como tranqüilizar uma mãe ou um pai que, havendo seu filho realizado algum ato impensado, sem a reencarnação se vê forçada a acreditar que ele vá ser jogado ao inferno por toda a eternidade? Já pensou o que é toda a eternidade?

Mesmo assim a idéia de reencarnação permaneceu muito tempo à margem da sociedade, sendo aceita empiricamente, porém sem definição filosófica ou religiosa.

Mas eis que nos idos de 1857 um pesquisador sério e competente ergue a palavra e torna público o resultado de seus estudos sobre o que outrora foi chamado de “sobrenatural” e que, a partir de agora, seria chamado de mundo espiritual.

Allan Kardec nos traz, através de uma faculdade natural, e até então não estudada do ser humano, a mensagem dos que outrora viveram em nosso mundo: “estamos todos vivos”.

Perguntas até então não respondidas e relegadas ao misterioso podem agora ser respondidas e esclarecidas para os que “tem olhos de ver” como nos dizia o Mestre Jesus.

Entre estas perguntas, e também entre as afirmações, está a reencarnação; a inegável prova do amor divino que não nos pune por toda eternidade, nem que nos castiga em uma vida única a sermos infelizes; mas que nos permite "Nascer, morrer, renascer, ainda, e progredir sempre,” porque “tal é a lei."

E esta lei nos leva a evoluir e crescer acumulando experiências em nosso íntimo subconsciente, numa caminhada que segue desde o átomo primitivo até o arcanjo pleno de bondade.

Deus não nos cobra, não nos apressa, não nos força a nada; Nos deixa escolher nosso caminho e levarmos o tempo necessário e a quantidade de existências que sejam úteis ao nosso burilamento.

Em algumas destas existências somos agraciados com os lampejos de algumas lembranças fugidias; em outras com algumas idéias que nos permanecem inatas; muito poucas temos com lembranças fortes e consistentes – e sempre que isso acontece podemos ter a certeza que é para que possamos continuar algum trabalho ou missão que nos cabe, de acordo com a vontade do criador.

Na maioria de nossas existências, porém, iniciamos nossas recordações com um livro em branco; onde se apagam os nossos erros e nos é dada a chance de escrever novo final para a nossa história; mais uma vez vemos aí a bondade divina e o amor de Deus por seus filhos.

Estudos e pesquisas têm sido realizados hoje, mais do que nunca, através dos recursos imensos da ciência e, até agora, tudo aponta a reencarnação como “muito provável” ou “de fortes indícios”; É a raça humana chegando a um próximo nível de maturidade e virando mais uma folha no livro do aprendizado. Logo muitos de nós teremos que repensar os nossos paradigmas e evoluir nossas idéias para um novo patamar e, por fim, nesta ou nas próximas vidas estaremos irmanados em uma mesma crença.

Um destes casos em estudo pode ser conhecido e acompanhado com facilidade e riqueza de detalhes no livro “A Volta” de Bruce e Andrea Leininger com Ken Gross; ele nos conta a real história da reencarnação de James Huston Jr. Um caso de lembrança espontânea de vidas passadas. Fato muito comum no oriente, mas pouco visto e estudado no ocidente.

Assim, lembremos o conselho do Espírito de Verdade quando nos exorta “Espíritas amai-vos... Espíritas Instruí-vos...” e percebamos que a leitura e o estudo devem fazer parte de nossas vidas, buscando o aperfeiçoamento íntimo e a evolução sempre."


Muita Paz a todos.


João Batista Sobrinho

Blog Bom Espírito

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Reencarnação e lembranças do passado por Maria Tereza


Moderadora do blog Centro Allan Kardec


"A maioria dos encarnados não lembram do que ocorreu em outras vidas, porém existem vários casos onde a pessoa tem a revelação do que viveu, tal esquecimento se dá para nossa própria proteção, visto que algumas descobertas nos causariam grande desconforto emocional e psíquico, trazendo a tona sentimentos como culpa, tristeza, orgulho ou vaidade, variando de caso para caso, podendo inclusive acarretar prejuízos em nossa atual reencarnação, já que nem sempre estamos preparados para conhecer nosso passado, onde podemos ter sido uma famosa figura histórica ou uma pessoa de caráter duvidoso.

Quando acontece alguma revelação de outra vida, este fato nunca ocorre sem um propósito e sempre é feita com o aval da espiritualidade maior, eu pessoalmente acho que uma das possibilidades de lembrança é a certeza de que a vida continua, seria uma forma que a espiritualidade tem de nos confortar, nos dizendo que não existe um fim, mas apenas um recomeço e uma nova oportunidade que teremos em nossa caminhada terrena.

Sendo assim, nosso registro espiritual é imenso e quando nos é permitido algum fragmento desta lembrança, nos sentimos mais aliviados em prosseguir, pois sabemos que certamente não existe o final e que a Terra é nossa grande escola, aqui nós erramos, acertamos e recomeçamos, pois assim procuramos evoluir em nossa escada espiritual, subindo ou descendo cada degrau, de acordo com nossas próprias ações".

Maria Teresa G. M. Oliveira, responsável e idealizadora do blog: centroallankardec.blogspot.com


Faça como Maria Teresa e dê sua opinião também. Mande e-mail para: http://www.blogger.com/depoimentosavolta@gmail.com

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Programa da rádio CBN fala sobre A Volta.

O programa Revista Eletrônica da rádio CBN, produzido e apresentado por Sandra Bittencourt, fez uma avaliação dessa incrível história de reencarnação de James Huston Jr. No seu programa a jornalista falou com entusiasmo sobre a obra:

“Trata-se de uma história surpreendente, praticamente o relato mais documentado de um caso de reencarnação já observado no ocidente.”

“O que torna A Volta muito interessante, bem longe de seu teor literário, é podermos acompanhar as várias etapas da pesquisa desses dedicados pais e claro a comprovação dos fatos.”

Ela também destaca um dos trechos mais marcantes do livro.
“Mas o melhor de toda história na verdade, é quando o pai Bruce, já aceitando o fato, abraça o pequeno James e lhe diz que se sente muito orgulhoso por tê-lo como filho. E ouvi em resposta: é por isso que escolhi você, eu sabia que você seria um ótimo pai.”
Conclui a jornalista.

Escute a matéria completa da rádio CBN, sobre o livro que em pouco tempo entrou na lista dos mais vendidos.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

A morte, segundo o estudo literal da bíblia.

Nesse vídeo, a pedagoga Débora Borges entrevista o jornalista Michelson Borges, que explica o que é a morte segundo o estudo baseado na bíblia.
Michelson diz que: O homem é feito de pó da terra e fôlego de vida. Afirma também que a alma pode morrer e que o único imortal é Deus. Para provar isso, ele faz citações de capítulos e versículos.

Eclesiastes capítulo 9 versículos 5 e 6:

“Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco eles têm jamais recompensa, mas a sua memória ficou entregue ao esquecimento. Até o seu amor, o seu ódio e a sua inveja já pereceram e já não têm parte alguma neste século, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.”

Esse foi apenas um de vários trechos citados pelo entrevistado, para provar que reencarnação é uma mentira!

Confira a entrevista completa.


video


Você concorda com o jornalista? Dê sua opinião, envie seu depoimento, pode ser por vídeo, assim como o Jaílton e o Michelson, ou pode ser através do e-mail depoimentosavlota@gmail.com que publicaremos aqui no blog!

Não deixe de participar!!

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Depoimento sobre o livro "A Volta"

Depoimento de Jailton Pinheiro, administrador do Espiritismo.net, sobre o livro A Volta, que trata de um caso de lembrança espontânea de vida passada.



video


Você que acredita e também tem uma história para contar sobre reencarnação envie seu depoimento.
Pode ser por vídeo, como o Jaílton, ou pode ser escrito, é só mandar um e-mail para: depoimentosavolta@gmail.com . Os depoimentos serão publicados aqui no blog!!

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Baixe o primeiro capítulo do livro, é grátis!

Quer conhecer um pouco mais do livro? Então baixe o primeiro capítulo no site oficial. Lá você vai encontrar o início desta incrível obra. Um menino brincalhão e extrovertido de apenas dois anos e o relato dos pesadelos violentos que começaram a assustar os pais do menino. Veja um trecho do primeiro capítulo:


"É apenas um sonho ruim, e quando você

acordar de manhã tudo terá passado.


Meia-noite, segunda-feira, 1º de maio de 2000

Os gritos surgiram repentinamente. James Leininger, com 2 anos e 3 semanas de idade, era um menino feliz e brincalhão, a maior alegria de uma família amorosa moradora da suave planície costeira do sul da Louisiana. Um dia, à meia-noite, o menino, dormindo, começou a se debater na cama como um cabo elétrico partido, aos berros, numa angústia devastadora.

Andrea, mãe de James, saiu do seu quarto e disparou pelo longo corredor. Parou na entrada do quarto de seu único filho e, ofegante, ficou observando o filho gritar e se debater. O que fazer? (...)"

Baixe aqui: http://www.editorarecord.com.br/avolta/downloads.html

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Livro a volta está entre os dez mais da revista veja!

Esta semana a revista Veja publicou um ranking de livros mais vendidos. A volta ficou em décimo lugar na parte de autoajuda e esoterismo.

O livro de Andrea Leininger, Bruce Leininger , que conta a incrível história real de reencarnação do filho do casal, foi lançado este mês nas livrarias e já é um best seller de vendas.

O livro A Volta chegou ao Brasil para mexer com as crenças da população.

Leia esta história imperdível que está em todas as livrarias do país!!


confira algumas:

Livraria Cultura
Saraiva
Americanas
leitura
submarino












sexta-feira, 14 de agosto de 2009

A relação dos sonhos com as vidas passadas.

No livro “A Volta” que conta a incrível história de James Leininger, os pais não sabiam o que fazer com os constantes pesadelos do menino. Depois de consultar algumas pessoas eles decobriram que o garoto estava lembrando de uma vida passada.

Os especialistas dizem que os sonhos são realizações de desejos, mas então porque existem os pesadelos?

Segundo Faiçal Baracat, especialista em apometria (estudo da conexão entre a ciência e o espiritismo), ao dormir a pessoa interage com o mundo espiritual.

“Os pesadelos, assim como os sonhos, estão sempre ligados a vidas nossas, sejam elas passadas ou futuras. Falo isso pela constatação, não como pensamento filosófico. Todos os sonhos e pesadelos que vamos trabalhar na apometria sempre são fruto, não de uma, mas sim de várias vidas nossas”. Ele também conclui que “Os pesadelos não existem como pesadelos, e sim como situações ruins que vivemos em vidas passadas. Por serem ruins, nos a vemos como pesadelo” disse Faiçal.

No caso de James esse foi o início de tudo, porém não parou por aí, o menino de apenas dois anos começou a mostrar um grande interesse por aviação principalmente da Segunda Guerra, além de saber nomes e detalhes históricos da época.

Difícil de acreditar? Então leia o livro “A Volta” e conheça a incrível história de reencarnação de James Huston Jr.

Agradecimentos ao especialista Faiçal Baracat.


quinta-feira, 30 de julho de 2009

Opinião budista sobre reencarnação

Para começar os budistas não acreditam em reencarnação, mas sim em renascimento.

"A reencarnação para eles é a idéia da existência de um espírito separado do corpo; com a morte do corpo esse mesmo espírito reassume uma outra forma material e segue evoluindo. O renascimento na concepção Budista não é a transmigração de um espírito, de uma identidade substancial, mas a continuidade de um processo, um fluxo do devir, no qual vidas sucessivas estão conectadas umas às outras através de causas e condições. Esse processo ou fluxo não ocorre apenas com a morte mas está presente constantemente nas nossas vidas. Nós estamos em constante mudança, com cada momento nas nossas vidas surgindo na dependência do momento anterior, que deixou de existir. É um pouco parecido com a correnteza de um rio, a correnteza fluindo continuamente sem cessar. Não é possível entrar no mesmo rio duas vezes.

O renascimento pode ser comparado a uma chama de vela. É como se a vela fosse empregada para acender uma outra vela e nesse processo a primeira vela fosse apagada. A chama da segunda vela surgiu na dependência da primeira vela, ou seja, tem uma conexão com ela, mas a chama da segunda vela não é idêntica à primeira. Então, as duas chamas possuem uma ligação mas não são idênticas. "

As informações foram tiradas do site Acessoaoinsight.net

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Depoimentos A Volta

No post de hoje, você irá conhecer a opinião de Tonia Leigh Wind que acredita na história do menino James. Ela contará também, um pouco de sua vivência com vidas passadas.

Mande você também sua opinião sobre reencarnação para: depoimentos@gmail.com. Ele é muito importante para nós.

" Oi!

Achei muito interessante o seu livro e vou procurá-lo para comprar. Desde criança sonho que estou dentro de um lugar fechado, macio e claro, mas que estou correndo algum tipo de perigo. Sempre quando tento gritar para pedir ajuda, a minha voz não sai. Não sei se é uma lembrança de uma vida passada, ou apenas uma coisa na minha sub-consciência, mas até hoje tenho este mesmo sonho.

Sendo espírita, lógicamente acredito muito em vidas passadas. Uma vez estava de férias na praia com o meu marido e três filhos. Estavamos num lugar que eu nunca tinha visitada antes, e do nada a minha filha de doze anos (uma criança especial e espiritualmente evoluída) virou e disse para mim, “Mamãe, conheço esta rua onde estamos andando. Sinto que já estive por aqui antes.” Como você pode explicar acontecimentos assim que surgem do nada? Só pode ser a influência de uma vida passada. O acaso não existe!

Um abraço e boa sorte com o lancamento do novo livro,

Tonia "

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Reencarnação: Visão católica

A Igreja Católica costuma ser direta quando o assunto é reencarnação. Simplesmente não acredita na teoria porque não há referência direta dela na Bíblia. A explicação dos católicos para a vida após a morte é a ressurreição, que é a elevação do espírito.
Para o catolicismo, uma crença contradiz a outra sendo apenas semelhantes em relação a fé .
A reencarnação, segundo os católicos é uma idéia mais consoladora porque dá a certeza às pessoas que acreditam nela de que vão poder voltar e corrigir os erros. É uma teoria de auto-suficiência, na qual o próprio espírito se aperfeiçoa, através do próprio esforço. Diferente da crença católica que prega que o espírito deve se redimir de seus pecados após a morte sendo julgado pelos seus atos.


O que você acha sobre a reencarnação na visão católica? Concorda? Deixe seu comentário ou envie um depoimento para depoimentosavolta@gmail.com .


sexta-feira, 17 de julho de 2009

Opinião do blogueiro Michelson Borges sobre reencarnação


"São cinco os pilares fundamentais que servem de base para a doutrina espírita:

· A possibilidade de os espíritos voltarem a nascer (reencarnação).

· A sobrevivência da alma após a morte física (imortalidade da alma).

· A comunicação entre as almas dos desencarnados e dos encarnados. Intermediários entre o plano material e o espiritual (médiuns).

· Tudo que uma pessoa faz fica registrado numa espécie de "ficha espiritual". Toda vez que a pessoa reencarnar, vai resgatar os feitos bons e ruins do passado (Lei do Karma).

· Os espíritos evoluem com o tempo, passando pelas fases mineral, vegetal, animal e humana (evolução).

Mas o que a Palavra de Deus afirma sobre cada um desses pilares?

A idéia de imortalidade da alma teve início na criação, quando Satanás disse a Eva que ela não morreria se comesse do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Essa idéia, segundo a Bíblia, surgiu na mente de Satanás, idéia essa totalmente contrária ao que Deus revelou. Depois, outras culturas trataram de dar formas e contornos diferenciados à mesma idéia, como ocorreu no caso do dualismo grego, que ensinava ser o corpo uma espécie de mero "envoltório" da alma (que para eles se tratava de uma entidade imaterial).

A vantagem do inimigo com essa ideologia é que, crendo assim, o ser humano passa a não depender mais daquele que é "o caminho, a verdade e a vida", Jesus Cristo. (Aliás, para o espiritismo, Jesus não é Deus, mas um "espírito evoluído" à semelhança de quem podemos nos tornar. O anjo caído queria ser como Deus. Não conseguiu e agora tenta rebaixar o Deus Filho à posição de simples "espírito".)

Outro pilar do espiritismo é conhecido como Lei do Karma. Mas a Bíblia repele frontalmente também essa idéia. Note o que escreveu o apóstolo João: "E, passando Jesus, viu um homem cego de nascença. E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus."

Quando Jesus disse "Nem ele pecou nem seus pais", não precisaria dizer mais nada. Acabou aí com qualquer idéia sobre karma. Como é possível crer que Jesus, que é o próprio Deus, tradução maior do amor, poderia consentir com algo assim? Deus seria realmente capaz de fazer com que Seus filhos nascessem com alguma deficiência porque em "outra vida", da qual nem se lembram, não praticaram o bem? Deus não foi, não é e nunca será autor de nada que é mal.

Às vezes atribuímos a Deus características e ações que mesmo nós, seres humanos com tendência ao mal, jamais faríamos, como condenar alguém que ignora os fatos sobre Deus. João diz que “Deus é amor” (1Jo 4:8). E essa revelação deve sempre nortear nossos pensamentos e conclusões sobre o Pai celestial.

E quanto ao conceito espírita de Evolução? Eclesiastes 3:19 e 20 responde: "Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo fôlego, e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque tudo é vaidade. Todos vão para um lugar; todos foram feitos do pó, e todos voltarão ao pó."

Salomão afirma que, do ponto de vista da morte, não existe vantagem alguma do homem sobre o animal. Os dois foram criados por Deus, que lhes deu vida. Após a morte, ambos - animal e ser humano, que foram feitos do pó - ao pó retornam.

Acreditar que o próprio ser humano pode pagar por seus pecados, retornando em outras vidas cada vez mais evoluído e perfeito, é tirar o mérito de Jesus, que deu a própria vida para salvar os pecadores. O sacrifício foi dEle; só o filho de Deus poderia pagar; o próprio Criador e nenhuma criatura.

Jesus disse que as Escrituras constituem a Palavra de Deus. A Bíblia, com suas inúmeras passagens, derruba os cinco principais pilares do espiritismo. A Bíblia é clara quanto à criação do homem, feita pelas próprias mãos de Deus, que soprou o fôlego de vida nas narinas de Sua criatura perfeita.

Sabemos que Deus deu livre arbítrio para todos os filhos escolherem o próprio caminho. Porém, por meio de Sua palavra, Ele nos instrui na verdade. Seguir a filosofia espírita é uma decisão (e deve ser respeitada), porém, é importante saber que os principais pilares defendidos por esse grupo não têm e nunca tiveram embasamento bíblico. Portanto, dizer que o espiritismo está de acordo com as Escrituras Sagradas é um grande equívoco. "

Graciela Rodrigues e Michelson Borges, jornalistas



O que você acha sobre a reencarnação? Acha possível? Não acha? Deixe seu comentário ou envie um depoimento para depoimentosavolta@gmail.com .

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Depoimentos A Volta

No post de hoje você irá conhecer a opinião Rosária Cid, que acredita na história do menino James.

Lembramos que você pode expressar sua opinião sobre a reencarnação e que ela poderá ser publicada no blog.

Participe! Envie seu comentário ou depoimento para depoimentosavolta@gmail.com , ele é muito importante para nós.

“Embora ainda não tenha lido o livro, as entrevistas que assisti por vídeo não me deixam dúvida sobre o caso de reencarnação.

Nós que seguimos a Doutrina Espírita sabemos que casos como esses não são comuns, mas são possíveis (retorno quase imediato e lembranças tão vivas).
Principalmente, em se tratando das evidências que foram reunidas pelo pai do menino James.

Lembrei-me do caso retratado no filme "Minha vida em outra vida", onde as lembranças da encarnação anterior surgiram na infância e retornaram depois da personagem já adulta, quando ela pode, então, pesquisar e encontrar todos os vestígios do passado.
Aguardarei o lançamento do livro e já estou ajudando na sua divulgação”


-Rosária Cid

quarta-feira, 15 de julho de 2009

REENCARNAÇÃO NA VISÃO ESPÍRITA

Segundo a doutrina espírita os espíritos reencarnam não apenas para a solução de equívocos de uma vida passada, ou para o cumprimento de determinada missão, mas pela necessidade inerente a toda a criação: o imperativo do progresso, a evolução.

A reencarnação – opondo-se frontalmente à salvação gratuita pela fé – dignifica o Espírito imortal, que vai galgando os degraus do aperfeiçoamento ao longo dos milênios sucessivos, crescendo em sentimento e intelectualidade, num trabalhoso processo de exteriorização da herança divina, concedida igualmente a todos os Espíritos. No nascedouro, todos absolutamente iguais. As diferenças individuais, portanto, não decorrem de capricho divino, mas sim do empenho de cada Espírito no sentido de promover o seu próprio progresso. Nesse caminhar, vai recebendo, por justiça, os frutos de todo o bem semeado, e, em função dessa mesma justiça, é compelido a reparar os males praticados, mas não em igual medida, graças à misericórdia divina.

O Espiritismo prega que ao revelar ao mundo ocidental a reencarnação, prova que a verdade religiosa não é incompatível com a verdade científica, explicando que a evolução do Espírito caminha pari passu com a evolução física demonstrada por Darwin, ao tempo em que resgata diante da consciência humana um dos atributos básicos de um Ser Perfeito: a Justiça. Tudo provém de uma mesma fonte, todos partimos de um mesmo ponto, dotados da mesma potencialidade evolutiva, conforme ensinaram os Espíritos: “É assim que tudo serve, tudo se encadeia na Natureza, desde o átomo primitivo ao arcanjo, que também começou por ser átomo.”5 Por conhecer essa luz divina imanente em toda a criação, é que Jesus lançou o desafio evolutivo: “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens (...)”.6

A doutrina reencarnacionista é a única que não é racista, pois demonstra que Deus não seria justo se criasse um Espírito imortal dentro de uma raça. O Espírito é criado por Deus e evolui, passando pela humanização, no processo de angelizar-se. Ao humanizar-se, encarna-se inúmeras vezes, nas mais variadas raças, mas seu início, sua criação não está vinculada a grupo étnico nenhum. A bem dizer, todos os Espíritos pertencemos a uma única raça, pertencemos à raça divina, porque somos filhos de Deus.

Bibliografia


Novo Testamento:

1 - Lc, 10: 25

2 - Mt, 11: 14

3 - Mt, 5: 44

6 - Mt, 5: 16

7 - Jo, 14:12


O Livro dos Espíritos:

4 - item 166

5 - item 540

8 - item 222

9 - O Evangelho segundo o Espiritismo:

Cap. 14, item 8


José Passini

Juiz de Fora - MG

Publicado no Reformador – set. 2004

terça-feira, 14 de julho de 2009

Reencarnação: A opinião das religiões e crenças do Mundo

O livro A Volta é o lançamento que pretende mostrar fatos comprovados sobre uma experiência de reencarnação. Longe de tomar qualquer tipo de partido religioso ou científico, o livro é um relato de uma emocionante história que mudou as crenças da família Leininger e vai mudar as suas.

Ao longo da campanha você poderá expressar aqui no blog suas opiniões, e também descobrir o que outras pessoas acham desse incrível fenômeno.

Nossa pesquisa revelou que as opiniões a favor ou contra em sua maioria são baseadas na religião, doutrina ou crença do individuo.

Para ajudar você a entender muitas das opiniões que serão expressas no blog, apresentaremos uma série de matérias intituladas:


Reencarnação: A opinião das religiões e crenças do mundo.


As matérias apresentadas não serão um estudo profundo da visão das religiões e crenças, pretendemos apenas mostrar de forma imparcial um panorama do que pregam os que acreditam, ou não acreditam, em reencarnação.

Mais uma vez convidamos você a interagir através dos comentários acrescentando sua opinião sobre as informações apresentadas. Fique a vontade de incluir, concordar ou discordar de tudo que será apresentado na série.


Para começar apresentaremos a visão do Espiritismo. Aguarde.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Desenhos de James

Além dos sonhos perturbadores, outros elementos fizeram parte dos incríveis sinais que evidenciavam a ligação do menino James com sua vida passada.

Abaixo segue uma mostra de alguns desenhos reveladores que mostram a reconstituição de fatos:




A Volta, em breve nas lojas.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Depoimentos A Volta

Para nós é muito importante que você expresse sua opinião sobre a história de James Leininger. Você acredita que ele possa ser a reencarnação de James Huston Jr ou não? Conhece alguma história parecida?

Envie a resposta para depoimentosavolta@gmail.com , e quem sabe seu relato não apareça no nosso blog? Participe!

quinta-feira, 9 de julho de 2009

A incrível história de James Leininger – Parte 2

Hoje postamos a última parte desta incrível história da possível encarnação de James Huston Jr., piloto da segunda guerra mundial, que retornou no corpo de James Leininger. A partir dos vídeos, responda a pergunta: Você acredita?

O relato completo você encontra no livro A Volta, em breve nas lojas.


quarta-feira, 8 de julho de 2009

A incrível história de James Leininger

Você acredita em reencarnação? Se a resposta a essa pergunta for uma negativa prepare-se para conhecer a incrível história do menino James. Uma criança que possui lembranças de sua vida passada.

Segundo aqueles que acreditam nesse fenômeno, a alma é capaz de regressar várias vezes no que seria conhecido como uma espécie de processo de evolução espiritual, mas que suas lembranças de uma vida passada não permanecem, fato que dificulta a confirmação da teoria.

Apesar das histórias supostamente reais que circulam entre os entusiastas no assunto, existem muito mais lendas do que fatos comprovados. Até agora.

A história do menino James pretende mostrar uma verdade baseada em fatos comprovados. Longe de tomar qualquer tipo de partido religioso ou científico, o relato da família Leininger convida a um questionamento de algumas das mais antigas crenças da humanidade.

Assista a esse fantástico relato.